Sobre o Minimallista

Armário-cápsula Comece por aqui

Como construir um armário-cápsula

    Organização

    Minimalismo – ou a falta dele – na chegada de um bebê

    minimalismo - maternidade - minimallista

    A movimentação – e a ansiedade – aqui em casa anda grande devido aos ajustes finais para a chegada do Valentin. Ter um bebê demanda tempo, dinheiro e muitas mudanças acontecem antes mesmo dele nascer, isso é certo.

    Hoje, por exemplo, enquanto escrevo esse texto, o pessoal da marcenaria está montando os móveis do mezanino, onde criamos um quarto extra, de visitas, com armários e gavetões para desafogar o que tinha no guarda-roupa já existente no quartinho dele. Uma das regras fundamentais da organização é cada coisa ter seu lugar, então vamos criar espaço pra tudo, e aquilo que sobrar ou não fizer mais sentido estar ali, quero mandar embora!

    Reformas e mudanças em geral são positivas justamente porque a gente “remexe” o que tem e encontra coisas que nem sabia que existiam. E se você nem sabia que existia provavelmente não estava sentindo falta, não é mesmo? Portanto não faz sentido guardar e ocupar espaço, que é tão restrito nos dias de hoje. Sem falar no tempo que gastamos com elas, principalmente para limpeza.

    Esse final de semana minha mãe lavou as roupinhas do Valentin e já guardei grande parte na cômoda. E por mais que eu não tenha comprado muita coisa, fiquei impressionada com a quantidade de roupas que ele já tem! A gente acaba só tendo noção mesmo quando coloca tudo junto e como estávamos guardando em lugares separados, não tinha essa noção.

    Ele ganhou bastante coisa e outro tanto veio da família e de amigas que já tem bebês. Minimalismo passou longe. Mas como sou inexperiente nessa área – mãe de primeira viagem tem que ter um desconto, vai! – fico insegura com a quantidade de peças que dizem ser necessárias para um bebê. Nessa hora é inevitável pensar como um ser tão pequenininho precisa de tantas coisas! Na verdade mesmo, ele não precisa, né? Somos nós que inventamos tantas “necessidades”.

    Continue Lendo

  • vamos falar sobre minimalismo
    Minimalismo

    Vamos falar sobre minimalismo?

    Recentemente li alguns textos relacionando o minimalismo com falta de personalidade. Tudo porque o termo está na moda e tudo que vira modinha perde um pouco o sentido de ser. Por…

  • sobre mudanças - minimallista 1
    Bem Estar

    Sobre mudanças

    Depois de mais de um mês sem escrever, eis que surjo novamente! Não vou negar que, durante a gravidez, muita coisa mudou na minha vida e o corpo foi só uma delas.…

  • Processed with VSCOcam with a5 preset
    Consumo consciente

    Como consumir consciente?

    Quando comecei a me interessar por ter um guarda-roupa conciso, me deparei naturalmente com o consumo consciente. Porque né, eu queria fazer compras mais inteligentes, queria entender o que realmente gosto…

  • minimallista - comprar - culpa - consumo consciente
    Consumo consciente

    Compras x culpa

    No grupo sobre armário-cápsula que participo no Facebook e também conversando com minhas amigas percebo o quanto o ato de comprar constantemente vem ligado à culpa. Posso falar por mim. Por mais…

  • 5 dicas para uma boa noite de sono - minimallista
    Bem Estar

    5 dicas para uma boa noite de sono

    Quem nunca teve uma noite mal dormida? Acordar no meio da noite pra ir ao banheiro e não conseguir mais pregar o olho? Ou pior ainda, deitar e por mais que…

  • minimallista - armário-cápsula verão - natigrazziotin - birken 4
    Armário-cápsula

    AC de verão: Birken + azul + poá

    Antes da barriguinha começar a aparecer fotografamos alguns looks usando peças do meu armário-cápsula de verão. Usei bastante esse combo: short de linho azul jeans (amo essa cor) + regata soltinha…

  • minimallista - look armário cápsula - verão - natigrazziotin 3
    Armário-cápsula Consumo consciente

    Gravidez e as compras

    Fico feliz por ter descoberto o armário-cápsula antes de engravidar. Me conhecendo como me conheço, se eu não estivesse mais consciente com relação a minhas roupas e ao consumo, eu já teria feito várias…