Bem Estar

A felicidade está no processo, não no resultado

Quando pensamos em felicidade geralmente a relacionamos a um objetivo, certo? A gente pensa que SE conseguirmos aquele emprego, seremos felizes. Que se comprarmos aquele carro, seremos felizes. Que se casarmos com aquele cara, seremos felizes. Que se tivermos dois filhos, seremos felizes. Que se emagrecermos 5 quilos, seremos felizes.

Todo mundo deseja que a felicidade faça parte da sua vida. Porém, a nossa ideia de como conquistar a felicidade pode estar equivocada. Isso porque seguimos a mentalidade de que para sermos felizes dependemos de algo. Não é assim?

A gente coloca o motivo da nossa felicidade em coisas que podem não dar certo, e que muitas vezes nem dependem só da gente. Mas, mais importante que isso, colocamos a nossa felicidade no resultado.

Quando o ideal seria focar no resultado, sim. Mas ir sendo feliz no caminho que levará, ou não, à ele. Dessa forma temos muito mais chances de termos momentos felizes durante a vida. Muito melhor do que esperar ser feliz só quando atingir tal objetivo, não é mesmo?

Pensa comigo. Não seria melhor se a gente aprendesse a se alimentar melhor, conhecendo bem os alimentos, suas funções nutricionais, percebendo o que coloca no prato, se perguntando se precisa mesmo comer aquele doce, do que simplesmente focar na balança? Se a nossa felicidade estiver só no número da balança (resultado) não vamos conseguir enxergar todo o resto – o esforço que tivemos em resistir àquele choppinho no final de semana, todas as trocas saudáveis que fizemos – e assim, vamos perdendo de vibrar com essas pequenas vitórias.

Temos que entender que nossas ações estão dentro do nosso controle, os resultados não.

Muitas vezes fazemos algo pensando em atingir um objetivo e o resultado é justamente o oposto. Isso acontece porque não temos controle sobre o resultado, mas temos sobre nossas ações.

Uma coisa que aprendi na maternidade é que não temos controle sobre as coisas. Um bebê não é um reloginho, uma máquina que faz tudo conforme o que achamos que é o correto. A maternidade faz a gente perceber que são as pequenas vitórias diárias que fazem tudo valer a pena.

Por isso, tenha um objetivo, vários, aliás. Mas não deixe que o resultado te afete. Ao invés disso, foque no processo. Se dedique a ele. Coloque todo seu esforço nas suas ações. Se o resultado for positivo, ótimo. Mas se não for, ótimo mesmo assim. Porque você estará olhando as coisas por um ponto de vista diferente. Você saberá que colocou todo seu esforço nele, e que se não deu certo, pode continuar tentando por caminhos diferentes. Mas se sinta feliz por isso.

Você só tem controle sobre suas ações então nada mais justo que focar nelas. O resto é recompensa.

Nenhum Comentário

Deixe o seu comentário...