Bem Estar

Como andam as coisas por aqui: rotina, dieta, armário

Olá gente. Preciso contar como andam as coisas por aqui. Desde que comecei o blog, esse foi o período mais longo que passei sem escrever. Fui vivendo dia a dia e deixando o blog de lado. Lembra que falei sobre prioridades? Pois é. O momento era de dedicação total ao meu pequeno. Era não, é. Mas percebo que já posso – e preciso – ir voltando a dar espaço para as minhas coisas. E já estou fazendo, aos poucos, sem pressa, nem cobranças.

Esses dias, quando entrei pra ver se tinha algum comentário, me surpreendi com várias mensagens de meninas pedindo para que eu voltasse a escrever, me agradecendo pelos textos, me contando sobre seus armários – e suas vidas. Sou muito grata por ter leitores tão queridos como vocês. Obrigada, de coração.

Valentin já está com 6 meses e pode parecer clichê, mas é a maior verdade, o tempo passa depressa demais. Os dias intermináveis dos primeiros meses ficaram para trás. Agora ele está numa fase muito gostosa, se comunicando com todos, querendo conversar, já senta, se envolve com os brinquedos por mais tempo, briga quando não está gostando, dá gritinhos de alegria. Estou muito feliz com ele. É um bebê muito querido.

Sobre a minha rotina. Consigo sair de casa com mais frequência – e por mais tempo, sem ficar pensando nele o tempo todo! – e a rotina já voltou a se estabelecer. Desde os três meses e meio, Valentin dorme a noite toda, e isso faz uma diferença enorme na minha vida. Se não durmo bem fico mal humorada e super desconcentrada. Então podem imaginar minha alegria quando ele passou a ir direto das 20h às 6h30? Obrigada, filho. rs!

Mas nem tudo são flores. Como parei de amamentar quando ele estava com 4 meses, comecei a engordar. Mesmo sem amamentar, tinha muita fome (talvez por ter tomado Equilid durante todo esse tempo). Engordei quase 5 quilos! Quando voltamos de Portugal (preciso escrever sobre a viagem, aliás), estava 8 quilos acima do peso que estava antes da gravidez. Me apavorei. Nunca precisei emagrecer tanto. Foi aí que resolvi procurar ajuda de uma nutricionista. Ela me passou um cardápio cheio de opções saudáveis e comecei a planejar a minha rotina de alimentação. Isso faz toda a diferença! Não é fácil começar uma dieta, ainda mais nessa época do ano, cheia de eventos e comidinhas gostosas. Mas é possível, e não poderia esperar mais pra começar a me cuidar. Afinal, se não estamos bem com o nosso corpo, o emocional também é afetado. Pelo menos comigo é assim. Em 4 semanas emagreci 3 quilos, ainda falta bastante, mas estou no caminho.

Vamos para a praia passar o fim de ano, e pretendo não fugir tanto da dieta por lá (torçam por mim!). Na volta quero começar a fazer exercícios mais pesados porque por enquanto só estou no pilates. Aos poucos vou voltando com minha rotina de antes da gravidez.

Sobre o meu armário. Desde que engravidei não utilizei o método cápsula por motivos de “corpo mudando com muita frequência”, rs! Então ia adaptando, tirando as roupas quando não serviam mais, comprando algumas peças, mas não me detive a um número, nem nada. Só precisava estar confortável e minimamente arrumada.

No pós parto, usei muito pijama (mamães entenderão), legging, regatinhas que facilitavam a amamentação. Só agora, com Valentin com quase 6 meses que tive coragem e enfrentei meu armário novamente. Tirei várias peças que não aguentava mais olhar e organizei em cabides e em prateleiras. Vou fazer um post específico sobre como ele está agora, no verão, ok?

No mais, é isso gente. Vida que segue, cada dia melhor com esse serzinho que enche minha vida de cor. A maternidade não é, nem de longe uma tarefa fácil, mas com certeza é a mais compensadora de todas.

Boas festas! E até 2017!

8 Comentários

  • Reply
    Ronise
    23 de dezembro de 2016 at 13:19

    Que legal que você voltou, e tá certa de priorizar o bebê porque realmente passa muito rápido! Minha filha vai fazer 2 anos agora e nesse ano quero ir em um nutricionista. Eu Ainda amamento e emagreci um monte com isso e descuidei da alimentação, quero alguém pra me orientar a comer melhor agora. E também pretendo pegar mais firme nos exercícios. Feliz natal pra sua família, o Valentin é muito fofo!

    • Reply
      Nati Grazziotin
      24 de dezembro de 2016 at 09:17

      Brigada Ronise! Verdade, com a amamentação emagrecer se torna mais fácil. Eu achava besteira ir numa nutricionista, pensava que se quisesse me cuidar era só fechar a boca, mas não é nada disso. Hoje meu cardápio é super saudável e me sinto muito mais disposta depois de começar a me alimentar melhor. Isso faz toda a diferença pra nossa saúde né. Feliz Natal pra você e sua família! E um 2017 iluminado! Bjos

  • Reply
    Karina
    23 de dezembro de 2016 at 22:48

    Meu Deus me vi muito nesse seu post Natália, minha bebê tem 3 meses e estou tomando equilíd o que está me fazendo ganhar peso mas só assim para poder amamentar ela, e as roupas então, pior que as vezes me sinto mau de não por uma roupa melhor ou um salto tive que mudar muito meu armário para me adaptar a esta fase de mãe, além de ser tudo novo na minha vida principalmente a minha adaptação a ela e ela a minha rotina, principalmente no início pois ela nasceu de 34 semanas aí exigiu ainda mais atenção. Mas enfim tudo vale a pena e espero nos 6 meses dela estar como vc, voltando a minha rotina e tendo mais tempo pra mim. Adorei seu post

    • Reply
      Nati Grazziotin
      24 de dezembro de 2016 at 09:11

      Que bom que o post te ajudou Karina! Sei bem que essa fase inicial não é fácil, longe disso. Mas fica tranquila, as coisas se ajeitam aos poucos ;)
      Um Feliz Natal pra você e sua família! Beijos

  • Reply
    Julia Cardozo dos Santos
    24 de dezembro de 2016 at 16:35

    Nossos momentos são sempre deles. Estou com a minha filha hoje completando 2 meses. Ainda tomo Equilid, de 8/8horas para ter leite suficiente para amamentar, mas nem assim resolve muito. Vou tentar ao máximo que eu e ela pudermos. Com isso consegui perder 2 kilos e estou mega feliz. Mesmk fazendo drenagem e ainda meu corpo não voltando ao normal que era antes. Mas AINDA estou paciente esperando o mês que vem para poder ir para academia. Enquanto isso, aproveitando ela, mesmo com suas pavorosas cólicas dos 3 meses.as fico tão feliz quando ela dorme a noite toda! \o

  • Reply
    mundominimalistablog.wordpress.com
    30 de dezembro de 2016 at 20:56

    Gosto muito dos seus relatos!

    mundominimalistablog.wordpress.com

  • Reply
    Sâmara PRB
    15 de fevereiro de 2017 at 20:59

    Nossa. Qual é a mágica para ele dormir tanto? Meu bebê tem 6 meses e ainda acorda d madrugada. Me deixando completamente exausta.
    Estou passando por uma fase espiritual onde o muito não me agrada. O muito em todos os sentidos. Quero ser simples, e ter menos.
    Seus textos estão ajudando muito.

    • Reply
      Nati Grazziotin
      6 de março de 2017 at 10:27

      Oi Sâmara! Olha, nesse mundo da maternidade, percebi que não existe mágica, tem bebês que dormem mais mesmo, já outros tem mais dificuldades pra dormir. Que nem a gente, né. Eu sempre dormi muito bem, talvez seja isso.

      Que bom que os textos do blog tem te ajudado. Espero conseguir escrever mais!

      Mas uma coisa é certa, o simples facilita demais as coisas.
      Beijos e boa sorte aí!

    Deixe uma resposta para Julia Cardozo dos Santos Cancelar Resposta