Consumo consciente

Os erros que cometemos ao fazer compras

Outro dia uma menina do grupo que participo no Facebook sobre armário-cápsula perguntou quais eram os nossos erros mais frequentes na hora de fazer compras. Para ela, era comprar sem experimentar. Várias meninas responderam, com vários outros “erros fatais”, aquelas atitudes equivocadas que cometemos na hora de decidir levar uma peça de roupa pra casa.

Pensa comigo. Você está numa loja olhando as araras – como quem não quer nada. Qual é a seu comportamento típico? Fica animada, olha tudo, seleciona aquilo que ama e leva pro provador? Ou é daquelas que não gosta de experimentar, olha o tamanho, dá uma olhadinha no espelho da loja mesmo, e vai pro caixa?

Esses dois comportamentos, bem diferentes, contém atitudes que podem nos levar a consumir “errado”, ou sem consciência. O primeiro pode nos levar a comprar por impulso, só porque achou a peça bonita, pura e simplesmente. Às vezes aquela peça não tem nada a ver com o restante das suas roupas e não vai combinar com nada que tem ali. Eu consumia muito dessa forma. Acredito que era o meu erro mais comum. Adoro experimentar, então quando dava na telha, entrava numa loja e ia selecionando meio sem critério aquilo que gostava. Acabava escolhendo comprar só por achar bonito, nem pensava se aquilo tinha a ver comigo de verdade, se precisava e se ia ser adaptável ao meu guarda-roupa.

Já quem não curte a ideia de levar as roupas para o provador e compra assim mesmo, sem experimentar, tem outro problema. Muitas vezes a roupa não fica bem no corpo, não serve, não tem um caimento bacana, ou até mesmo não combina com você. Porque na hora que a gente coloca a roupa no corpo é que sabemos ao certo se a peça é legal ou não, vamos combinar? Claro que nesse caso tem a opção de troca, mas o problema é que passa o tempo, você não troca e acaba ficando com mais uma peça “nada a ver” entulhada no guarda-roupa. E na maioria das vezes, com etiqueta.

Desde que comecei com o método do armário-cápsula tenho conseguido ter muito mais consciência sobre as minhas escolhas. Penso mil vezes antes de passar o cartão de crédito. Faço combinações mentais das peças que irão combinar com a nova escolha e só aí levo ela comigo pra casa. E não pense que é feio olhar, olhar, olhar e não levar nada. Muito melhor deixar a vendedora irritada do que ter que conviver com um monte de coisa sem sentido no armário. Não acha?

Conta pra mim. Qual o seu erro mais comum na hora de comprar?

4 Comentários

  • Reply
    Laura
    12 de julho de 2016 at 14:20

    O meu erro mais comum é comprar pela internet. Sem experimentar e sem nem saber se o tecido tem caimento e etc. Esse mundo novo, com o consumo na sua frente o tempo todo é cruel. Conheci seu blog hoje e achei muito interessante o tema do armário capsula. Acho que tem tudo para dar certo comigo, que detesto armário entupido.

    • Reply
      Nati Grazziotin
      15 de julho de 2016 at 09:52

      É, Laura, a internet facilita um monte nossa vida, mas pode trazer problemas nesse sentido. O ideal é só comprar se tiver certeza mesmo (itens que você já experimentou e sabe exatamente o tamanho), mas lembrando que sempre dá pra trocar né? É meio chato, mas tem essa possibilidade.

      Que bom que gostou do blog, seja sempre bem-vinda!

    • Reply
      Ana Paula
      21 de julho de 2016 at 23:30

      Você vai amar, Laura! É só decidir que quer ter um AC e mãos à obra. Estou adorando. Bjo.

  • Reply
    Camila
    31 de agosto de 2016 at 16:27

    Meu maior erro sempre foi comprar coisas na promoção. Comprava só porque estava barato e depois quando experimentava melhor em casa, não gostava e não podia trocar porque era peça de liquidação :(

  • Deixe o seu comentário...